Principais Receitas, Custos e Despesas

Incorporação
  • Principais Receitas Operacionais

Receita proveniente das vendas de estoque dos projetos lançados (Fazenda Boa Vista, Boa Vista Village, Fasano Cidade Jardim e o pré-lançamento Boa Vista Estates), que são desenvolvidos em terrenos já pagos que a Companhia mantém em seu landbank, sem a existência de permutas.

As receitas decorrentes da venda de unidades imobiliárias (apartamentos e casas) são reconhecidas por meio do método POC (Percentage of Completion) em que a apropriação da receita é feita de acordo com o custo incorrido da obra até o seu término. Para lotes, a receita é 100% reconhecida no período em que a venda foi efetuada, pois não se aplica o método POC.

  • Principais Custos e Despesas

Custos com construção dos projetos: terreno, material de construção, mão de obra, entre outros. As construções dos projetos são feitas por empresas terceiras contratadas.

Despesas: administrativas (pessoal, jurídica, impostos e taxas entre outros) e comerciais (marketing, stand de vendas, consultoria e comissões).

Shoppings, Varejo e Digital
  • Principais Receitas Operacionais
  1. Receitas de locação (aluguel)

Receita proveniente dos contratos de locação de espaços comerciais do shopping que a Companhia possui em seu portfólio. Esses contratos, via de regra, possuem vigência de cinco anos, com ajustes anuais no aniversário do contrato.

Os locatários das unidades comerciais geralmente pagam um aluguel mínimo mensal, reajustado anualmente em sua maioria com base na variação do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), e um montante obtido através da aplicação de um percentual sobre a receita bruta de vendas de cada locatário.

  1. Outras Receitas Operacionais

Receita de cessão de direitos de uso:  o valor pago pelo lojista para ingressar no shopping. A sua receita é reconhecida na conta de receita de cessão de direitos em parcelas lineares, somente após o momento de uma abertura de loja, pelo período do contrato de locação.

Receita com estacionamento: operação dos estacionamentos dos shoppings centers.

Receitas com prestação de serviços: serviços de administração do condomínio, serviços de telefonia e comercialização de energia elétrica para os shoppings.

Receita Varejo+Digital: a distribuição de marcas nacionais e internacionais exclusivas e as demais operações digitais.

  • Principais Custos e Despesas

Custos:  salários e benefícios dos colaboradores que trabalham nas funções operacionais dos Shoppings, compra de mercadoria para comercialização de serviços de telefonia e energia elétrica e compra de mercadoria na operação do Varejo.

Despesas: administrativas (despesa com pessoal das funções administrativas e lojas do segmento de Varejo, aluguel do segmento de Varejo e despesas de condomínio) e comerciais (marketing e publicidade e propaganda).

Hospitalidade e Gastronomia
  • Principais Receitas Operacionais

Hospitalidade:

Receita da operação de 9 hotéis (São Paulo, Rio de Janeiro, Fazenda Boa Vista, Punta del Este, Angra dos Reis, Belo Horizonte, Salvador, Trancoso e Nova York). Nos hotéis próprios, as receitas são provenientes das diárias dos quartos e apartamentos, além do consumo de alimentos e bebidas e outros serviços de concierge prestados pelos hotéis. Nos hotéis administrados, a receita é proveniente dos fees das operações.

Gastronomia:

Receita da operação de 28 restaurantes e bares em 8 cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Angra dos Reis, Punta del Este, Belo Horizonte, Salvador Trancoso e Nova York). A receita refere-se à venda de alimentos e bebidas.

Outras receitas:

Branding fees da venda de empreendimentos com a bandeira Fasano e fees de marketing.

Obs: A Companhia possui 65% da HMI, holding que detêm a marca Fasano.

  • Principais Custos e Despesas

Custos

Hospitalidade: gastos com pessoal das funções operacionais dos hotéis, além de gastos de manutenção das instalações (lavanderia, energia elétrica, reparos, entre outros).

Gastronomia: gasto com pessoal das funções operacionais dos restaurantes, compra de alimentos e bebidas, manutenção das instalações e gastos com aluguel.

Despesas

Hospitalidade e Gastronomia: gastos com pessoal das funções administrativas.

Aeroporto Executivo Internacional
  • Principais Receitas Operacionais
  1. Alocação de hangaragem: receita proveniente da hangaragem das aeronaves dos clientes com contratos de médio a longo prazo ou por meio de clientes avulsos que mantêm suas aeronaves hangaradas por menor período de tempo.
  2. FBO (Fixed Based Operations): Serviços prestados como limpeza da aeronave, polimento, entre outros.
  3. Comercialização de Combustível: receita da revenda de combustível para os clientes hangarados e avulsos.
  4. Movimentos (hangarados, avulsos e internacionais): receita resultante das taxas de uso da pista.
  5. Táxi Aéreo e Catarina Jets: receita do uso dos helicópteros e aeronaves de propriedade da Companhia.

OBS: as receitas referentes a voos internacionais são recebidas em dólar ($).

  • Principais Custos e Despesas

Custos: gastos com pessoal das funções operacionais do aeroporto, compra de combustível (custo variável) e manutenção de aeronaves próprias.

Despesas: gastos com pessoal das funções administrativas do aeroporto, seguros, despesas de condomínio e depreciação (sem efeito caixa).